Orientação Sprint Funchal 2009

18 Janeiro 2009 – 10h30

A baixa do Funchal recebeu a segunda prova do Circuito de Orientação Sprint Clube Aventura da Madeira, com a participação de 140 entusiastas da modalidade.

Numa manhã de Domingo solarenga, a organização disponibilizou seis percursos diferentes que colocaram à prova a rapidez de leitura do mapa e a análise das melhores opções, proporcionando muita competitividade em todos os escalões e algumas surpresas, com alguns favoritos desclassificados por terem falhado o controlo de pontos de passagem.

Os percursos variavam entre os 1400 metros e 19 postos de controlo para os iniciados e os 3400 metros e 30 postos de controlo para os seniores masculinos, com a organização a montar um total 40 postos de controlo na área de prova.

As partidas estavam situadas junto à Assembleia Regional, com os atletas a dispersarem nas mais variadas direcções numa área compreendida entre a Avenida do Mar, a Rua 5 e Outubro, a Praça do Município e Rua da Carreira e a Avenida Calouste Gulbenkian, finalizando os percursos nas imediações do local de partida.

Alguns pontos de passagem em locais pouco frequentados colocaram alguns problemas de localização aos atletas, assim como, a passagem no Jardim Municipal e nos quarteirões da zona da Sé. Orlando Barros (GD Estreito) liderava a prova no escalão mais competitivo, o H21, desde início até falhar o ponto 13, que não controlou. Neste escalão, a diferença entre o primeiro e o quinto classificado foi de 42 segundos, sendo a vitória para Nelson Baroca (CAMadeira). Nas senhoras, no escalão D21, Débora Silva (CMoFunchal) foi a mais rápida.

Nos escalões jovens, os vencedores foram: Sara Morais (CAMadeira) em D15, Roberto Azevedo (GD Estreito) em H15, Filipa Gonçalves (O Liceu) em D17, Diogo Ladeira (CAMadeira) em H17, Sara Caíres (O Liceu) em D20 e Rui Silva (O Liceu) em H20. Nos veteranos, Nuno Gonçalves (CMoFunchal) venceu no H35 e Justino Nóbrega (CMoFunchal) no H45.

Nos escalões abertos de Orientação Para Todos, no OPT1, venceu o grupo do CP Telecom José Freitas/Maria Azevedo e no OPT2, Alito Leça da ADRAP foi o primeiro.

Este evento contou com os apoios da Fundação INATEL, da Associação da Madeira de Desporto Para Todos, da Federação Portuguesa de Orientação e da Associação de Orientação da RAM.