Taça da Madeira de Orientação Pedestre – 26 e 27 Fevereiro de 2011

170 Participantes em cada dia de competição

As serras de Santa Cruz receberam a primeira prova da época de Orientação Pedestre, que registou a participação de 170 atletas, em representação de 7 clubes e algumas unidades militares e individuais.

A organização do Clube Aventura da Madeira montou 9 percursos diferentes em cada dia de competição, numa área entre o Montado do Pereiro, o Poiso e o Ovil da Ribeira dos Boieiros. As partidas em ambos os dias de competição decorreram na parte central do mapa, junto aos campos do Montado do Pereiro.

Em ambos os dias os atletas presentes disputaram percursos de distância média, que variaram entre os 1500 metros para os infantis e os 3900 metros para os seniores masculinos. Estas distâncias aumentam significativamente com algumas opções menos acertadas e com erros de navegação e são acrescidas da dificuldade de vencer os desníveis que situaram-se entre os 40 metros e os 190 metros. As dificuldades impostas motivaram algumas desclassificações inclusive de alguns atletas favoritos, na maioria dos casos pela ausência do controlo em um dos pontos de passagem.

Durante a competição estiveram em disputa 16 escalões, 14 de competição e 2 de promoção que registaram a participação de 50 entusiastas da modalidade por lazer ou em iniciação.

A área da prova é relativamente conhecida dos atletas mais experientes, mas o relevo acentuado, a abundância de floresta e alguns detalhes de vegetação proporcionaram muitos desafios e incerteza nos resultados até aos metros finais do segundo dia de competição.

Nelson Baroca (Clube Aventura da Madeira) foi o grande vencedor no escalão principal Seniores Masculinos A, com Orlando Barros (GD Estreito) 2.º e Nuno Câmara (CMoF) em 3.º. Nos femininos, Débora Silva (CMoF) venceu destacada deixando Adriana Ladeira e Susana Graça ambas do CAMadeira nos lugares imediatos do pódio.

Algumas disputas mostraram muita competitividade, tendo o escalão Veteranos I a maior luta pelo 1.º lugar, que acabou por ser atribuído a Duarte Andrade (CMoF) com uma vantagem de um 1min19seg no conjunto dos dois percursos, sobre Xavier Vieira (CAMadeira).

Os participantes no II Troféu de Orientação Serras de Santa Cruz somaram uma pontuação para o Ranking Regional 2011 em cada um dos dias de prova, sendo apurados os vencedores do evento através da soma dos dois resultados obtidos. Foram distinguidos os vencedores nos diversos escalões em disputa: Diogo Melim (CAMadeira) Infantis Masc.; Maria Soares (CAMadeira) Infantis Fem.; Pedro Rocha (CP Telecom) Iniciados Masc.; Cláudia Soares (Individual) Iniciados Fem.; Luís Azevedo (GD Estreito) Juvenis Masc.; Eva Silva (CAMadeira) Juvenis Fem.; Diogo Ladeira (CAMadeira) Juniores Masc.; Sófia Freitas (O Liceu) Juniores Fem.; Nelson Baroca (CAMadeira) Seniores Masculinos A Débora Silva (CMoF) Seniores Fem.; Sidónio Jesus (CAMadeira) Seniores Masc. B; Duarte Andrade (CMoF) Veteranos Masc. I; Paula Rodrigues (CMoF) Veteranos Fem. I; João Soares (CAMadeira) Veteranos Masc. II.

O Clube Aventura da Madeira contou com os apoios da Associação de Orientação da R.A.M., da Federação Portuguesa de Orientação e do Instituto Regional do Emprego para a realização da primeira prova da época desportiva, que agora passou a se desenvolver por ano civil.


Números do Evento

- 170 Participantes em cada um dos dias de competição, 120 atletas em escalões de competição e 50 nos escalões abertos.

- Participaram 7 clubes, sendo o Clube Aventura da Madeira o que mais atletas apresentou em competição, com 50 elementos.

- Foram definidos 9 percursos diferentes em cada um dos dias de competição, tendo a organização utilizado uma área 1,5km2 onde montou 48 postos de controlo.

- O percurso mais longo foi o H21A no primeiro dia, com 3880 metros de distância rectilínea e o maior desnível com 190 metros só em subidas.

- Foram impressos 374 mapas para o evento.

- 40 Atletas foram premiados.